O homem não vive somente de pão; a História não tinha mesmo pão; ela não se alimentava se não de esqueletos agitados, por uma dança macabra de autômatos. Era necessário descobrir na História uma outra parte. Essa outra coisa, essa outra parte, eram as mentalidades\" Jacques Le Goff

sábado, 30 de abril de 2011

Mesopotâmia e Egito

Colégio Estadual Fred Gedeon

História – II Unidade -1º Ano – Ensino Médio – 2011

Sobre o estudo da Mesopotâmia e dos Egípcios.

No Egito, a sociedade se dividia em algumas camadas, cada uma com suas funções bem definidas. A mulher, ao contrário da maioria das outras civilizações da antiguidade oriental, possuia posição excêntrica, podendo ocupar altos cargos políticos e religiosos, estabelecendo relativa igualdade com o homem.

A sociedade egípcia era heterogênea, dos quais se destacam 3 ordens principais:

  • Faraó e sua família;
  • Nobreza (detentora real das terras), Escribas (burocratas) e o Clero (sacerdotes);
  • Felás (camponeses, trabalham presos a terra e em obras públicas);
Existe uma grande falta de conhecimento sobre a origem dos sumérios, porém há notícia que, por volta de 3000 a.C., eles se estabeleceram ao sul da Mesopotâmia, próximo ao golfo Pérsico.

[Cidades e organização administrativa No começo de sua história, os sumérios fundaram várias comunidades que, pouco a pouco, foram-se transformando em cidades-estados. Dessa forma surgiram as cidades de Ur, Uruk, Lagash, Nippur. As mais importante delas foi Ur.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_Antiga#Mesopot.C3.A2mia

Relacionando Conteúdos

1- Escreva um pequeno texto comparando as sociedades do Egito e da Mesopotâmia. Considere aspectos como as obras de controle da natureza, a religião, o poder político e a escrita.

24 comentários:

rafaela disse...

Cólegio;Estadual Fred Gedeon
Série;1o ano vesp
Alunas;Rafaela Basilio,Lidiane e Vanessa Brito

O Egito era dividido em camadas com divisões definidas.Uma observação muito importante,era que as mulheres já tinham independencia de ocupar outros cargos tanto politicos quanto religiosos.
O que o Egito possui de mais interessante é o Rio Nilo,sinonimo de riquezas.
As divisões do Egito era dividida em camadas,o Faraó,(autoridade máxima,Até os escravos que estavam abaixo da piramide.
A piramide mais conhecidas do Antigo Egito era a de Gize.
Na Mesopotamia abrangiu as primeiras sociedades entre os Rios Tigre e Eufrates.
Os Mesopotanicos eram politeistas e as decisões só eram tomadas por sacerdotes ou Rei da corte.

http://www.uniblog.com.br/povosdamesopotamia/

leandro disse...

Colégio:Estadual Fred Gedeon
Data:11/05/2011
PROF:genivaldo
Alunos: Leandro,João Vitor e Ranieri.

MESOPOTÃNIA e EGITO

Egito

A civilização egípcia antiga desenvolveu-se no nordeste africano as margens do rio Nilo, como a região é formada por um deserto (Saara), o rio Nilo ganhou uma extrema importância para os egípcios. O rio era utilizado como via de transporte de mercadorias e pessoas. As águas do rio Nilo também eram utilizadas para beber, pescar e fertilizar as margens, nas épocas de cheias, favorecendo a agricultura.
Na região mais próxima ao mar Mediterrâneo, o rio Nilo forma um grande delta, cuja terras eram muito férteis. Essa região ficou conhecida como BAIXO EGITO.

MESOPOTãNIAA Mesopotâmia abrigou as primeiras sociedades conhecidas e era localizada entre os rios Tigre e Eufrates.
Nessa região viveram vários povos como sumérios, babilônios, acádios e etc., esses povos adaptaram-se a esse lugar construindo diques e barragens para se defender das cheias dos rios.
Organizaram-se em aldeias onde havia a divisão do trabalho em grupos, essas aldeias deram origem as primeiras cidades, onde ainda era preservada a vida rural, misturando o espaço urbano com regiões de pastoreio.
Os mesopotâmicos eram politeístas e as decisões nessas cidades eram tomadas pelos grupos mais poderosos: os sacerdotes, o rei e sua corte.
Além das funções religiosas os sacerdotes também exerciam atividades econômicas, com as oferendas recebidas pelos fiéis acumularam rico patrimônio, e para controlar essas finanças começaram a desenvolver um sistema de escrita e numeração.

SITE: http://www.uniblog.com.br/povosdamesopotamia/

COM AS NOSSAS PALAVRAS

No Egito e na Mesopotâmia, surgiram as primeiras grandes civilizações da humanidade. A base econômica destas civilizações estava na agricultura, ou seja, estava na produção de alimentos.

O Egito é um dos países mais
conhecidos da África, tem varias
coisas bonitas como as piramides
e o Egito que é a base de tudo.
No tempo de seca quando o rio nilo
diminuia o nivel de água, os
egípcios faziam platancôes de agricultura na margem do rio nilo.
A Mesopotâmia é considerada um dos berços da civilização, já que foi na Baixa Mesopotâmia onde surgiram as primeiras civilizacões.

Eddy Fribúnio disse...

Aluno : Edmundo Fribúnio


A civilização mesopotâmica era completamente diferente da egípcia. Sua história política á assinalada por interrupçoes bruscas; sua composição racial era menos homogênea e sua estrutura social e econômica oferecia campo mais longo à iniciativa individual.
A cultura egípcia era predominantemente ética; a mesopotâmica jurídica. O desprezo dos egípcios pela vida, excetuando-se o período do Médio Império era geralmente uma atitude de alegre resignação relativamente liberta de superstições grosseiras.

Assim o nascimento da civilização na MESOPOTÂMIA foi marcada não só pela formação do Estado, mas também pelo início da desigualdade e da exploração social entre homens, que passaram de uma sociedade comunitária para uma sociedade dividida em classes.

o link do assunto de cima: http://www.portalsaofrancisco.com.br/

COM A MINHA PALAVRA :

Assim o nascimento da civilização na MESOPOTÂMIA foi marcada não só pela formação do Estado, mas também pelo início da desigualdade e da exploração social entre homens, que passaram de uma sociedade comunitária para uma sociedade dividida em classes.

O controle político era exercido por uma elite que obrigatoriamente também era o chefe religioso ( patesi) e responsável pelo templo (zigurate).

Diferente do Egito, onde o chefe do Estado era visto como um deus, na MESOPOTÂMIA ele era apenas um dos representantes dos deuses na Terra. Ele mantinha um grupo de sacerdotes para ajuda-lo a administrar as cidades.

Estabeleceram assim uma íntima relação, muito presente e forte nesse período da história entre o poder político e o religioso; um não existia sem o outro.

Vinny disse...

alunos:vinicius,romario,leonardo.

Egito A sociedade egípcia estava dividida em várias camadas, sendo que o faraó era a autoridade máxima, chegando a ser considerado um deus na Terra. Sacerdotes, militares e escribas (responsáveis pela escrita) também ganharam importância na sociedade. Esta era sustentada pelo trabalho e impostos pagos por camponeses, artesãos e pequenos comerciantes. Os escravos também compunham a sociedade egípcia e, geralmente, eram pessoas capturadas em guerras.Trabalhavam muito e nada recebiam por seu trabalho, apenas água e comida.
A cultura egípcia era predominantemente ética; a mesopotâmica jurídica. O desprezo dos egípcios pela vida, excetuando-se o período do Médio Império era geralmente uma atitude de alegre resignação relativamente liberta de superstições grosseiras.




A religião egípcia era repleta de mitos e crenças interessantes. Acreditavam na existência de vários deuses (muitos deles com corpo formado por parte de ser humano e parte de animal sagrado) que interferiam na vida das pessoas.

o link do assunto assima. http://www.suapesquisa.com/egito/
Na Mesopotamia abrangiu as primeiras sociedades entre os Rios Tigre e Eufrates.
Os Mesopotanicos eram politeistas e as decisões só eram tomadas por sacerdotes ou Rei da corte. mesopotamia.A palavra mesopotâmia tem origem grega e significa " terra entre rios". Essa região localiza-se entre os rios Tigre e Eufrates no Oriente Médio, onde atualmente é o Iraque. Esta civilização é considerada uma das mais antigas da história.
olink assima.A palavra mesopotâmia tem origem grega e significa " terra entre rios". Essa região localiza-se entre os rios Tigre e Eufrates no Oriente Médio, onde atualmente é o Iraque. Esta civilização é considerada uma das mais antigas da história.

Vários povos antigos habitaram essa região entre os séculos V e I a.C. Entre estes povos, podemos destacar : babilônicos, assírios, sumérios, caldeus, amoritas e acádios. Vale dizer que os povos da antiguidade buscavam regiões férteis, próximas a rios, para desenvolverem suas comunidades. Dentro desta perspectiva, a região da mesopotâmia era uma excelente opção, pois garantia a população: água para consumo, rios para pescar e via de transporte pelos rios. Outro benefício oferecido pelos rios eram as cheias que fertilizavam as margens, garantindo um ótimo local para a agricultura.


Sumérios
Este povo destacou-se na construção de um complexo sistema de controle da água dos rios. Construíram canais de irrigação, barragens e diques. A armazenagem da água era de fundamental importância para a sobrevivência das comunidades. Uma grande contribuição dos sumérios foi o desenvolvimento da escrita cuneiforme, por volta de 4000 a.C. Usavam placas de barro, onde cunhavam esta escrita. Muito do que sabemos hoje sobre este período da história, devemos as placas de argila com registros cotidianos, administrativos, econômicos e políticos da época.
Os sumérios, excelentes arquitetos e construtores, desenvolveram os zigurates. Estas construções eram em formato de pirâmides e serviam como locais de armazenagem de produtos agrícolas e também como templos religiosos. Construíram várias cidades importantes como, por exemplo: Ur, Nipur, Lagash e Eridu.

história da escrita Placa de argila com escrita cuneiforme


http://www.suapesquisa.com/mesopotamia/

Com nossas palavras.
No egito.tinha divisões primeiro vinha o farao,sarcedotis,militares e porultimo escribas para os povos egipicius o farao era como um deus vivo.a religião no egito teve assim uma enorme inportançia.a arti no egito foi influenciada pela religião.na pinturaas as figuras muitas vazes eram representadaspor posturas.

Ja na mesopotamia existia a inportancia das atividades agricolas.tanbem existiu diferentis povos.sumerios acadios.babilonios.assirios e caldeus.existiam muita brigas entri esses povos.existia as tribus dos nomades qui atacavan os povos que moravam noa vilarejos.

estefani disse...

ALUNOS:Estefani Franciele,Elizabeth santana,e Caio
1ano A



Mesopotâmia e Egito

A civilização egipcia antiga se desenvolvel no nordeste Africano as margens do rio nilo e como a região é formada por um deserto
(saara)o rio nilo ganhou uma extrema importância para os egipcios
A água do rio nilo era uzada para beber, pescar, e fertilizar as margens nas épocas de cheias favorecendo a agricultura .
A sociedade estava dividida em várias camadas sendo que o faraó era a altoridade máxima chegando a ser considerado um deus na terra .
A religião era repleta de mitos e crenças interessantes eles acreditavam na existência de vários deuses .
Muitos eram parte de ser humano e a outra parte era de animal sagrado e interferiam na vida das pessoas .
Na arquitetira destacam-se a construção de templos palacios e pirâmides ,essas construções eram financiadas e administrada pelo governo dos faraós .
Na mesopotâmia também se desenvolveram os primeiros"códigos de justiça" escritos onde se destaca o de (HAMURÁBI)com 280 códigos onde encontramos o principio do talião que diz que a pena não seria uma vingança ,na proporcional a ofensa provocada pelo crimonoso , essa pena podia ser revertida em uma recompensa econômica como: gado, terra, armas, e outros.


FONTE DE PESQUIZA:google
FRASE POSTA NO GOOGLE:mesopotâmia e egito.

camila disse...

Alunas:Camilla,Rafaela Souza,Katiely

Egito e Mesopotâmia
A mesopotâmia abrigou as primeiras sociedades conhecidas,por volta do quatro milênio a.C.Eles criaram diques,barragens,córregos para se proteger da natureza esses diques levavam águas para lugares mais secos
e irrigar as plantação .O povo mesopotâmico era politeísta,adoravam vários deuses relacionados a natureza,os cultos religiosos eram dirigidos por sarcedotes que também exercia funções econômicas.Antes de surgir o rei em primeiro lugar era o sarcedotes mais ao longo do segundo milênio encontrava-se a figura do rei o principal centro de poder político,mesmo havendo a separação do sarcedote e o rei,a religião foi ultilizada para justificar o poder do rei,a expansão e unificação política mesopotâmica ocorreu por volta de 1763 a.C,no governo de Hamurábi,que diferenciando os aspectos sociais entre,awilum homens de boa condição sociais,mushkenum homens de classe media,e os escravos prisioneiros de guerra,o rei Hamurábi que criou um dos mais antigos dos códigos,entre esses códigos encontramos o de olho por olho e dente por dente ,que cada crime se pagava da mesma forma com a grande economia nos templos que faziam empréstimos,a memória não era a mais confiável e assim criaram e desenvolveram a escrita.
A mesopotâmia pode ser comparado com o Egito que também controlavam as águas do Nilo que inundavam as terras de suas margens fertilizando a margem e quando voltava ao nível normal plantavam e colhiam,na época do Nilo cheio e eles criavam diques e barragens.A religião também teve enorme importância em diversos aspectos da vida,os egípcios também eram politeístas com deuses relacionados com a natureza eles acreditavam que avia vida após a morte no reino de Osirís assim precisavam conservar os corpos então desenvolveram a mumificação.No poder egípcio encontrava-se o faraó.Os egípcios tinham a escrita chamada de aerogrificos que com o tempo foi facilitada.
fonte da pesquisa livro de história

colle_monteiro disse...

ALUNOS:NICOLLE MONTEIRO,TARCIRANE,MARIA CRISTIANE
1 ANO A
EGITO E MESOPOTÂMIA
EGITO:Introdução
A sociedade do Egito Antigo possuía uma forma de organização bem eficiente, embora injusta, garantindo seu funcionamento e expansão. Esta sociedade era hierárquica, ou seja, cada segmento possuía funções e poderes determinados, sendo que os grupos com menos poderes tinham que obedecer quem estava acima.
Faraó

Era o governante do Egito. Possuía poderes totais sobre a sociedade egípcia, além de ser reconhecido como um deus. O poder dos faraós era transmitido hereditariamente, portanto não havia nenhum processo de escolha ou votação para colocá-lo no poder. O faraó e sua família eram muito ricos, pois ficavam com boa parte dos impostos recolhidos entre o povo. A família real vivia de forma luxuosa em grandes palácios. Ainda em vida, ordenava a construção da pirâmide que iria abrigar seu corpo mumificado e seus tesouros após a morte.

Sacerdotes
Na escala de poder estavam abaixo somente do faraó. Eram responsáveis pelos rituais, festas e atividades religiosas no Antigo Egito. Conheciam muito bem as características e funções dos deuses egípcios. Comandavam os templos e os rituais após a morte do faraó. Alguns sacerdotes foram mumificados e seus corpos colocados em pirâmides, após a morte.

Chefes Militares
Os chefes militares eram os responsáveis pela segurança do território egípcio. Em momentos de guerra ganhavam destaque na sociedade. Tinham que preparar e organizar o exército de forma eficiente, pois uma derrota ou fracasso podia lhes custar a própria vida.

Escribas
Eram os responsáveis pela escrita egípcia (hieroglífica e demótica). Registravam os acontecimentos e, principalmente, a vida do faraó. Escreviam no papiro (papel feito de fibras da planta papiro), nas paredes das pirâmides ou em placas de barro ou pedra. Os escribas também controlavam e registravam os impostos cobrados pelo faraó.

Povo Egípcio
Mais da metade da sociedade egípcia era formada por comerciantes, artesãos, lavradores e pastores. Trabalhavam muito para ganhar o suficiente para a manutenção da vida. Podiam ser convocados pelo faraó para trabalharem, sem receber salários, em obras públicas (diques, represas, palácios, templos).

Escravos
Geralmente eram os inimigos capturados em guerras de conquista. Trabalhavam muito e não recebiam salário. Ganhavam apenas roupas velhas e alimentos para a sobrevivência. Eram constantemente castigados como forma de punição. Eram desprezados pela sociedade e não possuiam direitos.
FONTE:www.suapesquisa.com/egito/sociedade_egipcia.htm
MESOPOTÂMIA:A sociedade mesopotâmica era dividida em estamentos. Os estamentos eram camadas sociais, nas quais a posição social dos individuos dependia do nacimento. Os sacerdotes, os aristocratas, os militares e os comerciantes formavam os estamentos da minoria. A maioria da população era formada pelos artesãos, camponeses e escravos.
Na Mesopotâmia havia um entrelaçãmento entre politica e religião. Os reis exerciam as funções de sumo sacerdote, supremo juiz e comandante militar.
Os mesopotâmios adoravam diversas divinidades e acreditavamque elas eram capazes de fazer tanto o bem quanto o mal. As divinidades representavam os elementos da natureza, como o vento, a água, a terra, o sol, etc. Os animais eram sacrificados nos cultos religiosos. Cada cidade tinha um deus próprio, e, quando uma alcançava predomínio político sobre as outras, seu deus também se tornavam mais cultuado.

Rock N' Roll disse...

Alunos: Pierre Augusto, Isaac Cabral e José Netto do 1º Ano A
De acordo com o site (http://pt.wikipedia.org/wiki/Mesopot%C3%A2mia) a “Mesopotâmia é uma região de interesse histórico e geográfico mundial, localizado no Oriente Médio, delimitado entre os vales dos rios Tigre e Eufrates, ocupado pelo atual território do Iraque e terras próximas. Os rios desembocam no Golfo Pérsico e a região toda é rodeada por desertos. Os mesopotâmicos deram fim ao seu nomadismo depois que ocorreu a revolução agropastoril. Cultivavam trigo, linho, etc. As cidades eram aglomerados de várias construções. Os povos da Mesopotâmia eram politeístas. Alguns deuses representavam elementos ou outras coisas relacionadas à natureza, como: sol, lua, céu, etc. A vida das cidades foi ficando complexa e as pessoas tinham dificuldades para se comunicar. Os sacerdotes que administravam grandes patrimônios, não podiam confiar apenas na memória para conseguir cuidar de tudo isso então desenvolveu uma escrita com sinais e símbolos que todos os cidadãos entendessem. A Mesopotâmia foi o lugar onde surgiram os primeiros códigos jurídicos. Entre eles está o “Código de Hamurábi. Já o Egito “... foi uma civilização da antiguidade oriental do Norte de África, concentrada ao longo ao curso inferior do rio Nilo, no que é hoje é o país moderno Egito. O Egito foi uma das civilizações que sofreu por causa de invasões estrangeiras. Hicsos, Assírios, Persas conquistaram o Egito por algum tempo. Porém os Persas foram derrotados pelos macedônios comandados por Alexandre Magno. Muito tempo depois o Egito foi dominado pelos romanos. Existia um tipo de pirâmide definido os grupos sociais. Primeiro vinha o faraó (que era considerado um deus vivo) e a sua família, depois vinha os sacerdotes e os nobres, em terceiro os militares, após deles vinham os trabalhadores e os escravos. Acreditavam que adorando os deuses, eles poderiam mandar coisas que os egípcios necessitavam. No Egito eles acreditavam na vida após a morte no reino de Osíris, Por isso eles mumificavam os corpos para ficarem conservados porque Osíris poderia os ter absolvido. Devemos essas informações ao escritor do livro “História Global: Brasil e Geral”, Gilberto Cotrim.

Maieviny disse...

A civilização egípcia antiga desenvolveu-se no nordeste africano as margens do rio Nilo, como a região é formada por um deserto (Saara), o rio Nilo ganhou uma extrema importância para os egípcios. O rio era utilizado como via de transporte de mercadorias e pessoas. As águas do rio Nilo também eram utilizadas para beber, pescar e fertilizar as margens, nas épocas de cheias, favorecendo a agricultura.

Na região mais próxima ao mar Mediterrâneo, o rio Nilo forma um grande delta, cuja terras eram muito férteis. Essa região ficou conhecida como BAIXO EGITO. A partir da cidade de Mênfis na direção do sul, ficava o ALTO EGITO cuja terras férteis constituíam uma estreita faixa ao longo do rioA Mesopotâmia abrigou as primeiras sociedades conhecidas e era localizada entre os rios Tigre e Eufrates.

Nessa região viveram vários povos como sumérios, babilônios, acádios e etc., esses povos adaptaram-se a esse lugar construindo diques e barragens para se defender das cheias dos rios.

Organizaram-se em aldeias onde havia a divisão do trabalho em grupos, essas aldeias deram origem as primeiras cidades, onde ainda era preservada a vida rural, misturando o espaço urbano com regiões de pastoreio.

Os mesopotâmicos eram politeístas e as decisões nessas cidades eram tomadas pelos grupos mais poderosos: os sacerdotes, o rei e sua corte.

Além das funções religiosas os sacerdotes também exerciam atividades econômicas, com as oferendas recebidas pelos fiéis acumularam rico patrimônio, e para controlar essas finanças começaram a desenvolver um sistema de escrita e numeração.

fonte da pesquisa google;alunas,gesica nathalha,tatiane santos,maieviny rodrigues.

junior disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
junior disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
junior disse...

Aluno : Péricles Pinto Barros Júnior
Egito
A civilização egípcia antiga as margens do rio Nilo, como a região é formada por um deserto Saara , o rio Nilo ganhou uma extrema importância para os egípcios. O rio era utilizado como via de transporte de mercadorias e pessoas. As águas do rio Nilo também eram utilizadas para beber, pescar nas épocas de cheias, favorecendo a agricultura.
Na região mais próxima ao mar Mediterrâneo, o rio Nilo forma um grande delta, cuja terras eram muito férteis.

Mesopotâmia
abrigou as primeiras sociedades conhecidas e era localizada entre os rios Tigre e Eufrates. Nessa região viveram vários povos como sumérios, babilônios, acádios Organizaram-se em aldeias onde havia a divisão do trabalho em grupos, essas aldeias deram origem as primeiras cidades, onde ainda era preservada a vida rural, misturando o espaço urbano com regiões de pastoreio.
Na Mesopotâmia também se desenvolveram os primeiros “códigos de justiça” escritos, onde se destaca o de Hamurábi com 280 códigos,
Fonte : Google.com

Laiíh disse...

Alunos: Denise Cerqueira, Ithalo Rocha, Laís Dieb e Felipe Cabo. 1º ano A

Fontes:
http://prof-pat.blogspot.com/2008_05_01_archive.html

www.google.com

Livro: HISTORIA GLOBAL BRASIL E GERAL. Do Autor: Gilberto Cotrim

Mesopotâmia e Egito

A Mesopotâmia é um planalto de origem vulcânica localizado no Oriente Médio, delimitado entre os vales dos rios Tigre e Eufrates, já o Egito é um país do norte da África limita a oeste com a Líbia, a sul com o Sudão e a leste com a Faixa de Gaza e Israel.
Nessas duas sociedades existem semelhanças e diferenças, em diverso setores.

Obras de controle da natureza:

Tanto os povos da mesopotâmia quanto do Egito sentiram a necessidade de se protegerem contra as enchentes dos rios (mesopotâmia: Tigre e Eufrates) e (Egito: Nilo), construindo barragens, construindo diques para as cheias e abrindo canais de irrigação para levarem a água a regiões mais distantes das margens do rio.
Ambas as agriculturas destacavam os cultivos de cevada (para construir pão e cerveja) e do trigo. Porem os povos mesopotâmicos destacavam também o linho (para confeccionar tecidos), sésamo (gergelim usado para extrair óleo para alimentos e luz), tâmaras, legumes, etc. Já os egípcios dominaram a técnica da cerâmica e, mais tarde, desenvolveram a metalurgia.

Religião:

Os povos Mesopotâmicos e Egípcios eram politeístas, ou seja, idolatravam vários deuses, que associavam elementos ou fenômenos naturais. Ambas as crenças as cerimônias religiosas eram dirigidas por sacerdotes, porem, na mesopotâmia os sacerdotes exerciam atividades econômicas, as ofertas oferecidas aos deuses eram recebidas por fieis que ofereciam plantações, terras, oficinas artesanais e rebanhos. Mas no Egito eles acreditavam que o desejo dos deuses era igual ao dos humanos mortais, oferecendo assim, festas, bebidas e comidas.

O Poder Político:

O poder político mesopotâmico tinha como figura principal o rei, que superava a força dos sacerdotes do templo. Uma possível origem da figura do rei surgiu pela necessidade de organizar tropas militares e escolher um comandante com funções sacerdotais que defenderia as cidades dos riscos de invasões, roubos e guerras, mas com o tempo esse comandante e sacerdote ampliou os seus poderes e tornou-se uma autoridade permanente. Mesmo havendo divisão social, a religião sempre foi utilizada para justificar o poder do rei, o qual era visto como representante direto dos deuses sendo responsável como fonte de ligação entre a vontade divina e os homens.
No Egito o rei supremo era o Faraó, um deus vivo, que era responsável pela prosperidade e a proteção de seu povo, sendo que ele tinha autoridade religiosa, administrativa, jurídica e militar. Ele tinha a maioria das posses das terras do país e tinha funcionários do governo e sacerdotes, que exercia controle sobre as atividades econômicas, alem disso o Faraó tinha o auxilio de muitos outros funcionários como os escribas e os tjati que era o chefe de administração e da justiça.

Escrita:

A escrita surgiu pelo fato dos povos temerem que a memória tornasse insuficiente para os inúmeros dados da vida cotidiana, onde eles visavam que a linguagem verbal pudesse se fixar e poder ser entendida e transmitida para todos. Os Egípcios, assim como os sumérios teve como primeiro sistema de escrita a pictografia que eram desenhos figurativos e representavam objetos e ao longo do tempo foram se desenvolvendo. Os mesopotâmicos passaram pela escrita ideográfica que era a junção de dois sinais, com as evoluções da escrita foi representando sons da fala humana a “fonografia”.

leandro disse...

Colégio= Estadual Fred Gedeon
Data=16/05/2011
Série=1 ano A
alunos= João Vitor, Leandro e Ranieri
Prof= Genivaldo

Mesopotãnia e Egito

Mesopotãnia

A Mesopotâmia abrigou as primeiras sociedades conhecidas e era localizada entre os rios Tigre e Eufrates.
Nessa região viveram vários povos como sumérios, babilônios, acádios e etc., esses povos adaptaram-se a esse lugar construindo diques e barragens para se defender das cheias dos rios.
Organizaram-se em aldeias onde havia a divisão do trabalho em grupos, essas aldeias deram origem as primeiras cidades, onde ainda era preservada a vida rural, misturando o espaço urbano com regiões de pastoreio.
Os mesopotâmicos eram politeístas e as decisões nessas cidades eram tomadas pelos grupos mais poderosos: os sacerdotes, o rei e sua corte.
Além das funções religiosas os sacerdotes também exerciam atividades econômicas, com as oferendas recebidas pelos fiéis acumularam rico patrimônio, e para controlar essas finanças começaram a desenvolver um sistema de escrita e numeração.

Egito

A civilização egípcia antiga desenvolveu-se no nordeste africano as margens do rio Nilo, como a região é formada por um deserto (Saara), o rio Nilo ganhou uma extrema importância para os egípcios. O rio era utilizado como via de transporte de mercadorias e pessoas. As águas do rio Nilo também eram utilizadas para beber, pescar e fertilizar as margens, nas épocas de cheias, favorecendo a agricultura.
Na região mais próxima ao mar Mediterrâneo, o rio Nilo forma um grande delta, cuja terras eram muito férteis. Essa região ficou conhecida como BAIXO EGITO. A partir da cidade de Mênfis na direção do sul, ficava o ALTO EGITO cuja terras férteis constituíam uma estreita faixa ao longo do rio.

Fonte de pesquisa: Google
Site: http://www.uniblog.com.br/povosdamesopotamia

Agora com as nossas palavras

Há muitas semelhanças entre os Egípcios e o Mesopotâmicos uma delas é o a importância da agricultura, tanto no Egito, quanto na Mesopotâmia a agricultura tem um papel fundamental, e devido a isso as duas cidades se situam perto de rios, no caso do Egito o Rio Nilo e no caso da Mesopotâmia o Rio Eufrates e o Tigre.
No Egito tem varios lugares muito interessantes como é o caso das pirãmides e de um grande rio como o rio Nilo.
O Egito ficou conhecido como o povo mais rico do mundo, um exemplo é a sua adoração pelo ouro,
os egípcios cutivavam a agricultura em tempo de seca na margem do rio Nilo.
A Mesopotâmia é um dos berços da civilização e também na Mesopotâmia tem vários pontos importantes que esta entre os vales dos rios Tigres e Eufrates.

leandro disse...

Colégio= Estadual Fred Gedeon
Data=16/05/2011
Série=1 ano A
alunos= João Vitor, Leandro e Ranieri
Prof= Genivaldo

Mesopotãnia e Egito

Mesopotãnia

A Mesopotâmia abrigou as primeiras sociedades conhecidas e era localizada entre os rios Tigre e Eufrates.
Nessa região viveram vários povos como sumérios, babilônios, acádios e etc., esses povos adaptaram-se a esse lugar construindo diques e barragens para se defender das cheias dos rios.
Organizaram-se em aldeias onde havia a divisão do trabalho em grupos, essas aldeias deram origem as primeiras cidades, onde ainda era preservada a vida rural, misturando o espaço urbano com regiões de pastoreio.
Os mesopotâmicos eram politeístas e as decisões nessas cidades eram tomadas pelos grupos mais poderosos: os sacerdotes, o rei e sua corte.
Além das funções religiosas os sacerdotes também exerciam atividades econômicas, com as oferendas recebidas pelos fiéis acumularam rico patrimônio, e para controlar essas finanças começaram a desenvolver um sistema de escrita e numeração.

Egito

A civilização egípcia antiga desenvolveu-se no nordeste africano as margens do rio Nilo, como a região é formada por um deserto (Saara), o rio Nilo ganhou uma extrema importância para os egípcios. O rio era utilizado como via de transporte de mercadorias e pessoas. As águas do rio Nilo também eram utilizadas para beber, pescar e fertilizar as margens, nas épocas de cheias, favorecendo a agricultura.
Na região mais próxima ao mar Mediterrâneo, o rio Nilo forma um grande delta, cuja terras eram muito férteis. Essa região ficou conhecida como BAIXO EGITO. A partir da cidade de Mênfis na direção do sul, ficava o ALTO EGITO cuja terras férteis constituíam uma estreita faixa ao longo do rio.

Fonte de pesquisa: Google
Site: http://www.uniblog.com.br/povosdamesopotamia

Agora com as nossas palavras

Há muitas semelhanças entre os Egípcios e o Mesopotâmicos uma delas é o a importância da agricultura, tanto no Egito, quanto na Mesopotâmia a agricultura tem um papel fundamental, e devido a isso as duas cidades se situam perto de rios, no caso do Egito o Rio Nilo e no caso da Mesopotâmia o Rio Eufrates e o Tigre.
No Egito tem varios lugares muito interessantes como é o caso das pirãmides e de um grande rio como o rio Nilo.
O Egito ficou conhecido como o povo mais rico do mundo, um exemplo é a sua adoração pelo ouro,
os egípcios cutivavam a agricultura em tempo de seca na margem do rio Nilo.
A Mesopotâmia é um dos berços da civilização e também na Mesopotâmia tem vários pontos importantes que esta entre os vales dos rios Tigres e Eufrates.

leandro disse...

Colégio= Estadual Fred Gedeon
Data=16/05/2011
Série=1 ano A
alunos= João Vitor, Leandro e Ranieri
Prof= Genivaldo

Mesopotãnia e Egito

Mesopotãnia

A Mesopotâmia abrigou as primeiras sociedades conhecidas e era localizada entre os rios Tigre e Eufrates.
Nessa região viveram vários povos como sumérios, babilônios, acádios e etc., esses povos adaptaram-se a esse lugar construindo diques e barragens para se defender das cheias dos rios.
Organizaram-se em aldeias onde havia a divisão do trabalho em grupos, essas aldeias deram origem as primeiras cidades, onde ainda era preservada a vida rural, misturando o espaço urbano com regiões de pastoreio.
Os mesopotâmicos eram politeístas e as decisões nessas cidades eram tomadas pelos grupos mais poderosos: os sacerdotes, o rei e sua corte.
Além das funções religiosas os sacerdotes também exerciam atividades econômicas, com as oferendas recebidas pelos fiéis acumularam rico patrimônio, e para controlar essas finanças começaram a desenvolver um sistema de escrita e numeração.

Egito

A civilização egípcia antiga desenvolveu-se no nordeste africano as margens do rio Nilo, como a região é formada por um deserto (Saara), o rio Nilo ganhou uma extrema importância para os egípcios. O rio era utilizado como via de transporte de mercadorias e pessoas. As águas do rio Nilo também eram utilizadas para beber, pescar e fertilizar as margens, nas épocas de cheias, favorecendo a agricultura.
Na região mais próxima ao mar Mediterrâneo, o rio Nilo forma um grande delta, cuja terras eram muito férteis. Essa região ficou conhecida como BAIXO EGITO. A partir da cidade de Mênfis na direção do sul, ficava o ALTO EGITO cuja terras férteis constituíam uma estreita faixa ao longo do rio.

Fonte de pesquisa: Google
Site: http://www.uniblog.com.br/povosdamesopotamia

Agora com as nossas palavras

Há muitas semelhanças entre os Egípcios e o Mesopotâmicos uma delas é o a importância da agricultura, tanto no Egito, quanto na Mesopotâmia a agricultura tem um papel fundamental, e devido a isso as duas cidades se situam perto de rios, no caso do Egito o Rio Nilo e no caso da Mesopotâmia o Rio Eufrates e o Tigre.
No Egito tem varios lugares muito interessantes como é o caso das pirãmides e de um grande rio como o rio Nilo.
O Egito ficou conhecido como o povo mais rico do mundo, um exemplo é a sua adoração pelo ouro,
os egípcios cutivavam a agricultura em tempo de seca na margem do rio Nilo.
A Mesopotâmia é um dos berços da civilização e também na Mesopotâmia tem vários pontos importantes que esta entre os vales dos rios Tigres e Eufrates.

Eddy Fribúnio disse...

Aluno : Edmundo Fribúnio

A civilização mesopotâmica era completamente diferente da egípcia. Sua história política á assinalada por interrupçoes bruscas; sua composição racial era menos homogênea e sua estrutura social e econômica oferecia campo mais longo à iniciativa individual.
A cultura egípcia era predominantemente ética; a mesopotâmica jurídica. O desprezo dos egípcios pela vida, excetuando-se o período do Médio Império era geralmente uma atitude de alegre resignação relativamente liberta de superstições grosseiras.

Assim o nascimento da civilização na MESOPOTÂMIA foi marcada não só pela formação do Estado, mas também pelo início da desigualdade e da exploração social entre homens, que passaram de uma sociedade comunitária para uma sociedade dividida em classes.

O controle político era exercido por uma elite que obrigatoriamente também era o chefe religioso ( patesi) e responsável pelo templo (zigurate).

Diferente do Egito, onde o chefe do Estado era visto como um deus, na MESOPOTÂMIA ele era apenas um dos representantes dos deuses na Terra. Ele mantinha um grupo de sacerdotes para ajuda-lo a administrar as cidades.

Estabeleceram assim uma íntima relação, muito presente e forte nesse período da história entre o poder político e o religioso; um não existia sem o outro.


http://www.portalsaofrancisco.com.br/


Com minhas palavras :

Assim o nascimento da civilização na MESOPOTÂMIA foi marcada não só pela formação do Estado, mas também pelo início da desigualdade e da exploração social entre homens, que passaram de uma sociedade comunitária para uma sociedade dividida em classes.
O controle político era exercido por uma elite que obrigatoriamente também era o chefe religioso ( patesi) e responsável pelo templo (zigurate).
Diferente do Egito, onde o chefe do Estado era visto como um deus, na MESOPOTÂMIA ele era apenas um dos representantes dos deuses na Terra. Ele mantinha um grupo de sacerdotes para ajuda-lo a administrar as cidades.
Estabeleceram assim uma íntima relação, muito presente e forte nesse período da história entre o poder político e o religioso; um não existia sem o outro.

marcela oliveira da silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
marcela oliveira da silva disse...

alunas:Marcela oliveira e Islana cardoso. 1 ano vespertino

Mesopotâmia e Egito

O antigo Egito foi uma das maiores sivilização da antiguidade da áfrica concentrada ao longo ao curso inferior do rio Nilo no que hoje ele é o pais mais moderno.
O rio Nilo para eles era sua fonte que estabelecia o seu pais era água q eles ultilizavam para tudo.como a civilização era O sucesso da antiga civilização egípcia foi causada em parte por sua capacidade de se adaptar às condições do Vale do rio Nilo. Quando acontecia uma inudação previsível e inrrigação produzia colheitas q alimentava o desenvolvimento cultural.
Religião :o faraó era dado como um Deus que acreditava que ele era o todo poderoso e que ele tinha poderes inevitáveis e que ele era altoridade máxima e que ele era o mais poderoso da terra e ele acretitava que ele era o dono do sol,da lua e de tudo q havia na terra.
Eles eram pessoa que gostavam de criar varios tipos de templos e tabem criava pirâmides.Eles tabem tinha medicina muito avançada quando algums dos faraós morriam eles faziam um processo de conserva do corpo do faraó e que um dia esse corpo do Deus que era pra eles,que era o faraó poderiam voltar novamente para com conviver com eles.

A Mesopotâmia é considera um das maiores civilizações ,onde surgiram as primeiras civilizações por volta do VI milênio a.C. as primeiras cidades foram o resultado sedentário de uma revoluão agrícola que se originou durante uma revolução neolítica.
Os mesopotâmias eram tabem politeístas e as decisões quem tomava eram os grupos mais poderosos como ,os sarcerdotes,a corte e o rei. Na mesopotâmia tabem os reis exerciciam as funções dos sumos sarcerdotes ,comandante,militar e juiz etc.
Eles tabem adoravam vários tipos de elemento da natureza como a água ,o vento e outras mais.eles tinha o seu próprio deuses

rafaela disse...

Mesopotâmia e Egito
Alunas:Rafaela basilio,Lidiane,Vanessa,Grasiane.
O egito era dividido em camadas com divisões definidas.Uma observação muito emportante era que as mulheres ja tinham independência de ocupar cargos tanto politícos quanto religiosos.
O que o egito possui de mais interesante é o rio Nilo,sinonimo de riqueza.As divisões do egito era dividido em camadas,o farao altoridade maxima,ate os escravos que estavam a baixo da piramidi.
A piramidi mais conhecida do antigo egito era a de gizê.
Na Mesopotâmia abrigou as primeiras sociedades entre os rios tigre e eufrates.
Os mesopotÂmicos eram politeistas e as decisões so eram tomadas por sarcerdotes rei da corte.

EUHgui disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
EUHgui disse...

Alunos: Guilherme , Anderson e lucas.
Mesopotâmia & Egito

A mesopotâmia onde aconteceu a base do desenvolvimento das civilizações que se localiza entre os Rios Eufrates e tigre onde atualmente se está o Iraque não possuíam moedas cunhadas utilizavam a cevada e alguns metais que eram um padrão de valor nas trocas comerciais.
Foi uma das primeiras regiões do mundo a adotar “revolução agropastoril” que e o desenvolvimento da agricultura e da pecuária que modificou a organização dos grupos humanos , cultivavam cevada , trigo , linho , sésamo , tâmaras , legumes & criavam ovelhas cabras , porcos , bois e asnos.
Os povos podem ser considerados bem organizados um exemplo disso e a construção de barragens para conter as cheias dos rios Tigre e Eufrates, Além de canais de irrigação e a divisão de trabalho entre os grupos.
Por volta do II A.C. Milênio algumas famílias começaram a ter suas próprias terras, certas famílias passaram a influenciar em decisões nas aldeias, pois tinham mais terras ou rebanhos do que os demais.
A formação das primeiras cidades se deu através de algumas aldeias por volta de 4 mil anos atrás havia uma aglomeração de construções destacavam-se os zigurates e a torre de babel que também ocasionou o surgimento de vários ofícios carpinteiros ourives cortadores de pele, etc.
Essa organização foi necessária devido ao crescimento da população eram tomados o templos sacerdotes e pelo rei ( que são influencias superiores
Eram povos politeístas (acreditavam em vários deuses), alem de cuidarem da religião os sacerdotes cuidavam da economia que eram oferendas entregues pelos fiéis daí desenvolveram o sistema de escrita em numeração necessário para o armazenamento de informações que vieram através de vários tipos a escrita pictográficos ,ideográfica, fonografa e a cuneiforme .
Nas cidades mesopotâmicas o rei era o principal centro de poder alem disso o rei era funcionário controlavam as atividades econômicas alem de oficinas de instrumentos de metais
No governo de hamurabi foram criados códigos jurídicos alem de ter adotado uma famosa lei ( olho por olho e dente por dente)lei rígida que era exercida sobre os assassinos ladrões e outro meliantes que venham cometer algo que traga danos a algum individuo
A sociedade egípcia uma das sociedades surpreendente fascina por sua “avançada “arquitetura se localiza no nordeste da Ásia . Vivian basicamente de agricultura aproveitava a cheia do rio Nilo pra que quando abaixasse fosse aproveitado o húmus do rio para plantar semelhantes aos povos da mesopotâmia também utilizavam o rio para a irrigação e construíram diquis e barragens por causa da s enchente as regiões onde as terras são férteis mais próximas do mar mediterrâneo era conhecido como baixo Egito ou o alto Egito que era a partir de mefis cidade ao sul da Egito praticavam técnicas de agricultura cerâmica e agricultura e metalurgica
A formação das primeiras cidades também se deu pela aglomeração de aldeias que eram controladas pelo faraó . o faraó era considerado um deus para os egípcio alem de ser responsável pela autoridade judicial religiosa e militar personagens fundamentais pelos escribas conheciam a escritas egípcias tjati chefe de administração judicial daí vem as pirâmides econômicas . Eram povos politeístas acreditavam do retorno a vida após a morte daí surgiu a mumificação( tipo de conservação de corpo) sua arte é rica em pinturas esculturas pirâmides e os hipogeus e o conhecimento da matemática química astronomia e medicina
.

Vinny disse...

alunos vinicius,leonardo,romario.

A Mesopotâmia é considera um das maiores civilizações ,onde surgiram as primeiras civilizações por volta do VI milênio a.C. as primeiras cidades foram o resultado sedentário de uma revoluão agrícola que se originou durante uma revolução neolítica.
A mesopotâmia abrigou as primeiras sociedades conhecidas,por volta do quatro milênio a.C.Eles criaram diques,barragens,córregos para se proteger da natureza esses diques levavam águas para lugares mais secos..
Egito.
A sociedade do Egito Antigo possuía uma forma de organização bem eficiente, embora injusta, garantindo seu funcionamento e expansão. Esta sociedade era hierárquica, ou seja, cada segmento possuía funções e poderes determinados, sendo que os grupos com menos poderes tinham que obedecer quem estava acima.
FaraóEra o governante do Egito. Possuía poderes totais sobre a sociedade egípcia, além de ser reconhecido como um deus.
Os chefes militares eram os responsáveis pela segurança do território egípcio. Em momentos de guerra ganhavam destaque na sociedade. Tinham que preparar e organizar o exército de forma eficiente, pois uma derrota ou fracasso podia lhes custar a própria vida.

dando as mãos pra salva o planeta disse...

Alunos:Matheus,Ane Caroline
1ºano A
Mesopotâmia e Egito

No Egito desenvolveu-se um povo com uma cultura bastante peculiar, pois na maior parte de sua história manteve pouco contato com outras civilizações.
Na Mesopotâmia desenvolveram diversas civilizações e portanto podemos encontrar uma manifestação cultural um pouco mais diversificada.
Escultura:
A grandiosidade foi a característica marcante na arquitetura de egípcios e mesopotâmicos, refletindo a força do Estado Teocrático. As principais obras foram Palácios e Templos, que representavam o poder da elite dessas duas regiões: a nobreza e os sacerdotes.
No Egito destaca-se ainda a construção de túmulos, uma vez que os egípcios acreditavam na vida após a morte, e por isso os faraós e os membros da elite eram enterrados em grandes túmulos, levando consigo vários objetos e inclusive serviçais para a nova vida. Nesse contexto é que encontramos as pirâmides, construções monumentais que atraem e fascinam qualquer indivíduo até hoje, inclusive pelo misticismo que as envolvem. Para a maioria das pessoas falar em Egito é pensar em pirâmides.
Na Mesopotâmia destaca-se a construção de Zigurates, grandiosos templos, na forma de sacadas e com escadarias nas laterais. Nos zigurates ou ao seu redor desenvolvia-se a atividade comercial. Poucas obras da arquitetura mesopotâmica sobreviveram ao tempo, ou por que na sua maioria eram construídas com tijolos de barro, ou devido as inúmeras guerras vividas pela região. As principais obras sobreviventes são de origem Persa.
A escultura egipcia pretendeu obter a eternização do homem. A estatuária desenvolveu um processo de representação que pudesse preservar a imagem do Faraó ou de nobres importantes após a morte. Essa tendência ao realismo na forma em parte se deve a crença na vida após a morte. As obras mais importantes conhecidas são os bustos da rainha Nefertite, considerada uma das mulheres mais belas da história universal. Porém não foi sua beleza que inspirou os artístas da época, mas sua realeza.
As principais estátuas da região da mesopotâmia representam homens em pé, e são chamadas de "oradores", onde destacam-se a face e principalmente os olhos. No entanto, os relevos foram a principal expressão artística da região, não só pelas carcterísticas artísticas, mas para a compreensão da história e da religiosidade dos povos.
A ourivesaria egípcia utilizou-se principalmente do ouro, prata e pedras. Os materiais produzidos eram utilizados por elementos da corte e possuíam a função de talismãs. Os templos e túmulos também eram decorados com pedras preciosas e objetos de ouro com inscrições.
Na mesopotâmia a ourivesaria era uma das atividades artísticas mais importantes e apesar das guerras e dos constantes saques que ocorreram na região, tesouros de alguns reis foram preservados. Estatuetas de cobre, colares e braceletes, assim como utensílios trabalhados em ouro e prata com incrustações de pedras eram muito comuns, e com estilos variados dada a diversidade de povos que ocupou a região. As obras persas refletem ainda certa influência da cultura grega, dado o naturalismo que possuem
Fonte:http://www.historianet.com.br/conteudo/d...